Monthly Archives

outubro 2012

Receitas

Gordice – Cupcake 2

Cupcakes estão na moda. São práticos, gostosos e, vamcombiná, são super lindinhos. Eu já tinha feito uma receita aqui, mas não tinha me agradado muito, principalmente a cobertura.

Aí, esses dias, vi na TV uma outra receita (na verdade, duas) e me empolguei de novo para tentar fazer os bolinhos. Hoje, sexta-feira chuvosa na fronteira, foi o dia escolhido:

Posso falar bem a verdade? A-PA-VO-REI! 

Eles ficaram muito muito muito leves, sabe?! Minha definição foi: “É como comer uma nuvem de chocolate“. Minha irmã também confirma a constatação e ainda acrescentou: “O melhor cupcake que eu já comi“. Rá!

Tô me achando. Mas, como eu sou legal, vim dividir essa receita dos céus com vocês.

Vamos lá, crianças, tirem o caderninho da gaveta e anotem os ingredientes:

Ingredientes

3 ovos
200g manteiga
220g açucar refinado
110g chocolate em pó
180g farinha de trigo
Pitada de sal
200ml leite
1 colher sopa de fermento em pó
Confesso que eu apenas me inspirei nessa receita. Como eu queria fazer poucos bolinhos, não segui à risca as medidas sugeridas.
Ah, também acrescentei uma colher de chá de essência de baunilha.

Modo de Preparo

1. Bata a manteiga e o açúcar até ficar cremoso.
2. Acrescente os ovos e continue batendo.
3. Misture o leite e, em seguida, os ingredientes secos – menos o fermento.
4. Adicione o fermento e mexa com a colher. A massa não vai ficar como uma de bolo e sim como um suflê. Por isso fica levinha.

Já deixe o forno pré-aquecendo em 180º C e vá distribuindo a massa nas forminhas de papel. Para segurar melhor, coloque-as dentro de formas especiais para cupcakes, como essa:

Eu não tenho uma dessas, então, coloquei os papéis dentro de forminhas de pão de queijo. Serviu bem. 
Deixe assar de 20 a 30 minutos e pronto! Delicie-se!
Fiz cobertura de brigadeiro dessa vez, mas ainda quero fazer a de Ganache (mistura de chocolate e creme de leite).
Instagram

No Instagram da Cerejeira – Semana 9

“Let the sky fall when it crumbles
We will stand tall, face it all together”


1. Prontos pra chorar no casamento do ano! / 2. Lindimais / 3. Como eu tava com saudade das minhas amoras. Foi uma noite linda! – Essas três fotos são do casamento dos lindos Robz e Gabi. Estava tudo tão emocionante que eu dei “Graças” pela existência de maquiagem á prova d’água. Eu fico tão feliz ao ver esses dois subindo ao altar, realizando um sonho compartilhado. E sabe aqueles casamentos em que tudo tem o jeitinho de cada um, mas ao mesmo tempo, não sabe dizer o que é de quem? São duas pessoas ótimas separadas, mas juntas são completas. Meu maior desejo de felicidade a vocês. Espero que voltem da terra da Rainha para o meu casório, hein?!
Foto 1 com: Garon Piceli e Thaís Montenegro
Foto 3 com: Maya Riquelme, a noiva linda, Gabriela Beck, Thaís Montenegro e Natália Casado. Foto em tamanho maior neste post.

4. Oooi, Duda! ♥ – Ai, esse lindo! Já falei que amei o Duda? Mega querido. Essa foto tirei durante o Workshop. As maquiadoras estavam fotografando a modelo e eu, nadando contra a corrente, consegui tirar foto dele. Ele fez pose e depois tirou foto comigo (e com todo mundo que quisesse). Um amor mesmo.

5. Tem gente cansada… – Eu, durante o almoço, olhei para o lado e vi essas duas caídas na porta da cozinha. Geralmente, elas nos rodeiam esperando algum pedaço de algo, mas nesse dia, não. Segundo a secretária aqui de casa, elas correram tanto, mas tanto, que não se aguentavam. Margot, gordinha que está, parece mais um sharpei de tão enrugada que está na foto. Meg caidassa… Eu me divirto com essas dupla.

6. Bom dia com coque rosquinha. – Dia chuvoso não colabora com o cabelo. São arquiinimigos. Mas também não queria sair com o coque vagabundo de sempre. Resolvi, então, tentar o coque rosquinha, que Julia Petit ensina neste vídeo. Não ficou dos melhores, mas eu aceitei. Até que ficou bonitinho, né?! Agora, é só aperfeiçoar.

Já segue a Cerejeira na rede dos filtros mágicos? @leca_dpaula

Instagram

No Instagram da Cerejeira – Semana 8

“Some days I can’t even trust myself (…)
Some days I don’t know if I’m wrong or right
Your mind is playing tricks on you my dear”
(Little Talks – Of Monsters Men)



1. Twitcam em 10min – Conforme eu disse ontem, fui fazer uma Twitcam pra falar sobre o #QueroEmFoz. O convite veio, novamente, pela professora Denise Paro, para os acadêmicos de jornalismo verem como é uma transmissão ao vivo em livestream. A Thata Macedo me chamou para fazer com ela o debate entre os alunos e foi bem bacana. 25 minutos conversando. O vídeo está abaixo:

2. Nova remessa – Novos cartões do Cereja! Já estava sem e, como o FozHair está chegando, tomei vergonha na cara para mandar fazer novos. Na hora de buscá-los, conheci uma leitora! Beijos, Camila! 🙂
3. Tietando. – Está acontecendo aqui em Foz do Iguaçu (aliás, hoje é o último dia) a 9ª Conferência Latino-Americana do Software Livre, também chamada de Latinoware. O grande nome do evento é esse cara aí, o Jon Maddog Hall, da Linux. Fiz uma entrevista com ela (leia aqui) e depois, tive que dar uma tietada. Repórter também pode, né?!

4. Tem gente me dando dengo. – Terça foi um dia muito triste aqui em casa. Nossa poodlezinha de 17 anos morreu. Fiquei com os olhos inchados de tanto chorar. Aí, a Jolie, que geralmente não dá a mínima pra gente, ficou toda atenciosa comigo, toda querida, me dando dengo mesmo. Incrível como eles sentem quando não estamos bem, não é?! Agora estou melhor, mas ainda é muito estranho não ouvir os roncos da Ceci pela casa. 
5. Às vezes dá saudade. Só às vezes. – Já comentei com vocês que fui nadadora? Tipo, de verdade! Competi por Foz do Iguaçu durante quatro anos (dos 9 aos 13) e tenho, até hoje, minha coleção de medalhas. Não é a maior que alguém pode ter, mas são especiais para mim. A minha favorita (não aparece na foto) é uma de bronze: Competição em Erechim – RS, eu com 9 anos, categoria Mirim 2. Ganhei o terceiro lugar no campeonato sul-brasileiro nos 50 metros nado costas, minha modalidade. Olho para as medalhas no meu quarto e dá saudade, mas minha época passou. Melhor assim, fica como uma lembrança boa.
6. Almofadinha. – Que eu sou louca por cães vocês já sabem, mas o que eu nunca contei é que sou viciada em apertar duas partes deles: O fucinho e a pata. Como a Margot não me deixa apertar o nariz dela, fico com a “almofadinha”. Ela estava deitada na minha frente, dando mole, e tirei a foto – em seguida, apertei a patinha. Ô, delícia! 
Instagram

No Instagram da Cerejeira – Semana 7

“Show me how to be whole again”
1. MayaraGodoyling em grupo – Internet é uma ferramenta excelente para trollar os amigos. E foi exatamente isso que fizemos (mas é só porque a gente ama) com a Mayara Godoy. A foto do perfil dela nas redes sociais tem sempre uma mãozinha aparecendo, seja no queixo ou na testa. E aí, como uma brincadeira, começamos a mostrar nossas fotos nesse mesmo estilo, daí o termo “MayaraGodoyling”. E, que melhor maneira de dar contiuidade a isso se não com um Tumblr?! Mãozinha no queixo é charme.
2. Todos boniiitos  – Mais um encontrinho do #Mimimidia ontem a noite. Ainda não conseguimos reunir todos, mas ainda que seja um grupo pequeno, já rende boas risadas. Jogamos videogame e hoje estou com as pernas e braços doídos (era Xbox com kinect… E a pessoa aqui não faz exercícios há um tempinho). Esse pessoal eram só amigos nas redes sociais. Um começou a seguir o outro e assim por diante. Quando nos encontramos pessoalmente, pelo menos para mim, foi como se fôssemos amigos de longa data. Nossos encontros são cada vez melhores e espero manter essa galera por um bom tempo na minha vida! (nhoooim).
3. #bowling – Terça-feira foi dia de jogar boliche com o pessoal do H2FOZ e Transamérica Foz. Depois de trabalharmos juntos na cobertura das eleições, uma distração para a cabeça era, no mínimo, essencial. Dia ótimo, com boas risadas também, e um placar fenomenal da Cerejeira! 135 pontos! Rá!
4. Nap buddies – Olha a dupla aí de novo! Meg e Margot em um cochilo da tarde entre uma destruição e outra! 
5. Ninguém é de ferro – Churrascão dili no domingo de eleições. Dia puxadíssimo, mas super gratificante. Tem um texto aqui contanto como foi.
6. Lindo lindo lindo show do @ThalesRobertoo – Thalles Roberto fez show aqui em Foz no último sábado. Eu gosto muito das músicas dele e, não bastasse isso, fui lá para entrevistá-lo. Jogo rápido, mas ele foi bem atencioso conosco (vai ao ar neste domingo, às 10h 30min no Conexão – Rede Massa). Depois da conversa, conseguimos fazer umas imagens de cima do palco e eu tirei essa foto. ABC cheio e o Thalles tem uma presença de palco incrível. Não tem como ficar parado durante o show. Muito muito bom mesmo. Fiquei ainda mais fã dele.
Instagram

No Instagram da Cerejeira – Semana 6

“Where there is desire, there’s gonna be a flame
Where there is a flame, someone’s bound to get burn
But just because it burns doesn’t mean you’re gonna die
You gotta get up and try”.

1. Vem aí/Em breve… – Chega de mistério (até porque já começaram a jogar no Twitter). Eu e a Mayara fomos convidadas para dar uma palestra sobre mídias sociais. Estamos super metidas/felizes com isso. Agora que já terminamos a pós no assunto e eu, o meu curso lá da Espanha, é hora de começar a mostrar que sabemos do assunto! A palestra vai ser na quarta-feira, às 21h, e será fechada, infelizmente. A gente queria levar a galera, fazer Twitcam, mas não vai dar. Em todo caso, o pessoal da turma de jornalismo vai fazer cobertura ao vivo, basta seguir a hashtag #JorMídias.

2. Tamo trabalhando… Juro! – Bom, a palestra precisa de apresentação e ontem já mexemos com isso. Como ninguém é de ferro, pausa para um lanchinho, né?!

3. A rosa encantada – Fiz uma nova tatuagem e eis o desenho. Sou apaixonada, desde sempre, pela história d’A Bela e a Fera. Fui daquelas crianças que assistia milhares de vezes no mesmo dia, deixava a fita gasta de tanto rebobinar. Não tinha intenções de fazer tatuagem de novo tão cedo, mas quando encontrei esse desenho, não resisti. E ele me traz tantas outras coisas, vai puxando um monte de memórias que são lindas demais para não serem lembradas. É isso que tatuagens representam para mim – menos a Cereja, por incrível que pareça, já que foi feita na louca – uma forma de se apegar às lembranças.

4. Oldstyle – Sexta passada, ou seja, dia 28, teve show do Luan Santana aqui em Foz do Iguaçu. E sabe quem tinha entrevista marcada com ele? É… Eu. Para essas entrevistas mais importantes, tem que dar um tapa no visual. Aí, testei uns rolinhos que tenho aqui em casa para o cabelo. Apesar de minha juba já ser meio cacheada, definir os cachos não faz mal a ninguém e, gente… Ficou suuuper legal! Adorei como ficou. Fechei com um vestido da Zara e deu um look bem retrô sem querer. A foto tá meio zoada e, pra falar a verdade, não gosto muito dela, mas o visual tinha que ser registrado.

5. #Bomdia – Se você é daqui vai concordar comigo: Para quem vem para  Foz, é obrigatório experimentar algumas delícias gastronômicas daqui. Uma delas é a Confeitaria Jauense. Esse aí foi meu café da manhã no sábado, 29. Já que não tomamos café em casa porque minha mãe tinha que fazer exame de sangue, fomos para lá depois e… ai. Xesuis! Muito muito bom. I “heart” Jauense.

6. Embalos de sábado a noite – Não lembro qual foi o(s) motivo(s) mas nossa intenção de sair no sábado a noite foi por água à baixo – quase que literalmente, porque estava chovendo muito! E eu, como uma jovem senhora, aproveitei para assistir filme enrolada nas cobertas no sofá da sala até madrugada. Seria deprimente eu contar que estava sozinha?

Close