Eu aprendi os seus macetes. Sou privilegiado com informações únicas, aquelas que os seus próximos amores terão que ralar muito para encontrar.

Até isso acontecer, quem, além de mim, sabe que você se comove até em propaganda, mas não deixa transparecer? Eu mesmo só descobri porque virei o rosto para falar com você sobre um assunto qualquer e vi seus olhos marejados.
– Você está chorando por causa disso?
– Claro que não! Eu tô com vontade de espirrar…

Levou um tempo para você admitir que eu estava certo. E isso me rendeu boas brincadeiras.

Quem, além de mim, pode imaginar que por trás dessa imagem certinha, você tem uma vontade escondida de por um piercing no mamilo? Que acha o máximo e sexy o apetrecho… Que já marcou e desmarcou duas vezes para colocá-lo?

Se bem que isso é fácil descobrir. Não são informações super secretas…

Mas quem, além de mim, vai achar o ponto das suas costelas que te faz arrepiar?  Foi tão bom quando eu o descobri – e tão sensual. Lembro que como ficou a sua pele quando passei meus lábios por ele. Acho que nem você sabia da existência desse local sagrado.

Na verdade, o que eu quero saber mesmo é: quem, além de mim, vai saber que você ainda me ama? É, eu sei. Soube naquele dia que nos encontramos no mercado. Você tentou disfarçar, mas eu já conheço bem os sinais do seu corpo… E eu tive que conter o meu impulso para não te abraçar e beijar.

É, bonita… Eu também ainda carrego amor por você. Tô trabalhando para torná-lo menor. O tempo está ajudando, mas basta te ver por um segundo que eu regresso na tentativa de te esquecer de vez. Acho que ele está mais para agente duplo nessa missão.

A verdade, minha menina, é que eu ainda trago um pacote de sentimentos muito grandes por você. Gigantes. Imensos. Que vão além de mim.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments