* Texto do leitor Pietro Mirandez , do Tumblr Um Quarto de Tudo

Final de expediente, já com a mesa arrumada e braço posicionado para me despedir rumo as desejadas férias, o telefone toca. Mesmo sabendo que seria abusar da sorte, correndo o risco de ser o chefe pedindo para finalizar um relatório urgente, atendi.

– Alô, boa tarde.
– Boa tarde, quem fala?
– Aqui é da empresa Amores Frustrados, e gostaríamos de saber se o senhor tem sofrido ultimamente.
– Mas que porra de conversa é essa?- indago estranhando.
– Não é porra, senhor, é sentimento. Estamos olhando o seu cadastro e faz um tempo que o senhor não sofre por uma paixão impossível. Estamos lhe oferecendo uma oportunidade de ficar pensativo nessas férias e arruiná-las completamente, tudo isso com um plano gratuito.

Ofereceu-me parecendo ser um produto revolucionário.

– Desculpe-me… Eu devo estar louco. Você está querendo que eu sofra durante o meu período de descanso, é isso? – e fico confuso.
– Não exatamente, senhor. O que estaremos oferecendo é um plano especial, uma retomada de lembranças ruins que, se antes vinham somente durante o sono, agora virão em qualquer momento, mas que será de grande valia a longo prazo, ainda mais agora que sua ex está feliz.
– Ela está namorando depois de ter me chutado?! Mentira…- e já sento na cadeira para ouvir aquela conversa.
– E não é só isso, senhor! Há também Bruna, aquela garota que gostou no ensino fundamental e que você perdeu a oportunidade quando estavam sozinhos! Tudo isso de graça!

Ah, aquela realmente foi um grande amor, e talvez a maior desilusão que encarei. Teria sido burrice ou inexperiência? Seja lá o que fosse, resultou num dos maiores tapas na testa que me dei, e ardeu.

– Nem me lembrava dela… – divaguei.
– Por isso estamos aqui: Ajudá-lo nessa tarefa. Por uma taxa extra, disponibilizamos acesso vinte e quatro horas as redes sociais, nas quais encontrará fotos com o atual namorado, juras de amor e alguma ofensa contra você! Senhor, acredito ser uma oportunidade imperdível, vamos estar oficializando esse contrato?
– Isso é sério mesmo?
– Mais sério que o seu rosto quando descobriu que foi trocado pelo seu amiguinho no jardim de infância só porque ele tinha um tênis de luzinha, que piscava quando pisava, lembra?

Aí remoeu muitas feridas, tornei-me agressivo. Uma hora daquelas e ouvindo essas coisas?

– Olha, ok. Entendi que sabe muito bem de mim. E obrigado por estragar meu início de férias… – e fui interrompido.
– Isso foi uma amostra, senhor. O serviço de especial oferece muito mais recursos, como rejeição em publico. Basta oficializar! Vamos estar oficializando de vez suas frustrações e trazendo de volta aquele amor que tanto o fez sofrer?
– E na bunda vai o que, nada?
– Senhor, para tomar no cu, terei que repassar sua ligação para o setor responsável. No menu disponibilizado, disque opção dois ao ouvir ‘encontrar a mulher dos meus sonhos’. Lá farão um cadastro e em até duas vidas você encontrará ela…”

Não se negocia com o amor. É um filho da puta mesmo.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments