Desde nova sou fã de Carlos Drummond de Andrade. Aos 12 ou 13 anos, sabia de cór e salteado alguns poemas do mineirinho. “Ombros que Suportam o Mundo”, “José”, “Poema de Sete Faces”, “Mãos Dadas” são alguns que estavam na ponta da língua. Acho que, com algum esforço da memória, ainda consigo recitá-los.

Mas acho “Quadrilha” o mais realista de todos os poemas do autor. Simples e tão cotidiano para todos nós…

“João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.”


Gosto de imaginar o que aconteceu no meio do caminho de cada um. Mas, hoje, vou falar do J. Pinto Fernandes.
Drummond não diz, mas imagino Fernandes em terno e gravata. Não é rico, mas vive bem. O paletó e a camisa social escondem o braço coberto por uma tatuagem tribal. O cabelo foi cortado recentemente, porque o rabo de cavalo não ia pegar bem no novo emprego. 
“J” vem de “Jonas”. Uma homenagem ao avô, que morreu um dia antes do seu nascimento. Se a fatalidade não tivesse acontecido, seria Henrique. A abreviação veio aos 13 anos, quando a menininha popular do colégio riu ao ouvir seu nome.
Anos mais tarde teve banda. Fala um pouco de italiano, consegue conversar bem em alemão e é fluente em inglês e espanhol. Saiu de casa aos 18 anos, quando se mudou para cursar Direito na capital. Morou com um colega e depois sozinho, porque não aguentou o cheiro forte da maconha e a bagunça porca do amigo.
Começou a fumar por causa do estresse dos trabalhos de Constitucional. As bebedeiras de final de semana (ou durante a semana) eram tradicionais. Numa delas, conheceu uma menina da área de Humanas. Ela tentava fugir do tal Joaquim e, ali, J. viu a brecha. 
– Amor, cheguei. Desculpe a demora.
A moça entrou na jogada e Joaquim saiu de cena. 
– Sou Eliane. Pode me chamar de Lili.
– Jonas. Quer dizer..  “J”.
– Por que? Jonas é um nome bonito. Eu gosto.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments