Às vezes não nos damos conta de que podemos escolher como será o dia. Tudo está baseado nas nossas escolhas, antes mesmo de sairmos da cama. Temos o poder de ter um bom ou mau dia em mãos e não damos valor à essa atribuição.

Eu poderia começar o dia reclamando dos cachorros fazendo bagunça lá fora antes das 7h da manhã ou rir imaginando a cena. Eu poderia acordar braba ou chateada com detalhes do dia anterior, mas que bem isso me faria? Prefiro o novo dia que nasce, com todas as suas surpresas, às decepções e frustrações do que ficou para trás. Eu decidi aceitar o hoje.

Aceitar“. Esse é o segredo. No momento em que eu aceitar que nem sempre as pessoas vão agir como eu gostaria, eu evito machucados. Quando eu aceitar que situações fogem do meu controle, não adianta nada eu tentar fechar a caixa de Pandora no desespero. Isso vai exigir que eu escolha pedir ajuda, que eu grite por socorro. Com calma, tudo se resolve e volta aos trilhos. Sem pânico.

Aceito o fato de que cometi erros. Quem nunca se arrependeu? Quem tem uma vida totalmente plena e seguindo à risca os valores morais e éticos impostos à nós? Aprendi, com isso, que tudo acontece na hora que tem que acontecer e, talvez à primeira vista seja algo ruim, mas nada é em vão. Absolutamente nada. Erros vem para nos por para pensar e repensar. “Por que eu fiz isso?“. Reaprenda o tom dessa pergunta. Tire a culpa dos ombros e use esse questionamento para auto reflexão. “O que mudou em mim para isso acontecer?“. E aí você já tem um leque de possibilidades que te darão uma nova perspectiva – nem que seja de cabeça para baixo.

Escolhi que, nesta manhã, escreveria. Há tempos venho com as palavras entaladas, pedindo por libertação. Decidi, então, que era hora de deixá-las vir, mesmo que inconsequentes. Aceito o que vier depois.

Aceito que a vida seja instável. Essa é a graça de estarmos aqui. Posso decidir ter medo do que está por vir ou vestir uma armadura e dizer: “Vem! Eu tô preparada“.

Eu posso fazer todas essas escolhas. E eu vou.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments