Você sabe que quando faço essa cara de boba é porque quero te dizer algo bonito. É idiota, eu sei, mas não consigo evitar o sorriso e o tom de voz mais sussurrado. E você também fica com uma expressão igualmente tonga quando eu digo algo assim.

Queria te dizer que tenho tido o mesmo sonho há algum tempo. E nem preciso dormir para ver as imagens… Nossas imagens. Eu fecho os olhos e já me vem a entrada de uma casa cor de areia e janelas de madeira.

Tem um pequeno jardim. Nada demais, porque nenhum de nós tem muito jeito para a coisa. Duas árvores grandes mais no canto, que jogam sombra na varanda e deixa a área fresquinha. Quem gosta disso é o cachorro que corre para nos receber, feliz e abanando o rabo. Ele pula em você, depois em mim, mesmo que você tente segurá-lo. Nós rimos.

Você é um excelente recepcionista, hein? – você brinca. Faz um carinho dele e entramos em casa, pela porta que dá acesso a sala.

Não é uma casa grande, mas é aconchegante. Gostosa. Dá pra sentir que é um lar. Vejo a decoração e percebo que dá pra ver, facilmente, quem escolheu o que. O quadro do Chaplin é peça minha, com certeza. Já a mesa no canto, não tenho dúvidas de que o pequeno quadro do Jaspion foi seu toque especial.
euvocêefrancis2_cerejanoombro
Não conheço o resto da casa ainda. Quero explorar cada detalhe daqui antes de seguir para o próximo cômodo. Já sei que o sol da manhã bate na mesa de centro. E embaixo do aparador, tem uma cama para o cachorro quando o dia está mais frio.

Há fotos penduradas acima do sofá, em tamanhos diferente e em preto e branco para dar contraste com a cor azul-turquesa da parede. A mesa lateral é retro (mas não sei dizer se foi escolha minha ou sua, porque eu sei que você adora móveis de madeira).

Eu gosto de vir para cá. Gosto de ver nossa casa e imaginar: Será que um dia…? Não precisa ser bem desse jeito, não. Nada disso é importante. O que eu quero mesmo é poder chegar de mãos dadas com você e dizer: “Lar doce lar”, jogar a bolsa no sofá e ficar com você sem fazer nada, no nosso sofá, vendo algum filme na nossa TV, sendo observados pelo nosso cachorro brincalhão.

Ah, o nome dele é Francis.

 

Comments

comments

Powered by Facebook Comments