Em todos os posts sobre a lua-de-mel, citei os Mercados de Natal. Então, hoje, vou dedicar uma publicação inteira a eles!

Veja os outros posts aqui.

Os mercados de Natal são mágicos. Parece um termo infantil, eu sei, mas não acho outro mais adequado. Eles encantam demais os olhos e o espírito.

Mercado de Frankfurt

São tradicionais em toda a Europa (o de Frankfurt, por exemplo, tem mais de 600 anos) e começam no final de novembro, por volta do dia 20, e seguem, em algumas cidades, até o Dia de Reis, 6 de janeiro. Eles são montados nos centros da cidade, em áreas exclusivas para pedestres.

Esses mercados reúnem, além do espírito natalino, comidas e bebidas tradicionais (como waffles, sanduíche de salsicha – no caso da Alemanha- e vinho quente) e artesanato, como enfeites de Natal, guirlandas, roupas, brinquedos. Em alguns mercados, também é possível encontrar brinquedos como carrosséis e “barcos vikings” para a criançada.

Barraca dr decoração natalina em Rothenburg, Alemanha

Algumas barracas são maiores e tem espaço para montar mesas em ambiente fechado, mas a maioria é só o balcão de atendimento e a galera come de pé, na rua. O frio não espanta a multidão. Em Frankfurt, sexta a noite estava intransitável de tanta gente, mesmo com temperaturas beirando 0° C.

Se visitar a Europa nessa época já tinha muitos fatores favoráveis (frio, mas sem neve; preços mais baixos, porque ainda é off-season; menos gente), os Mercados de Natal só acrescentam a lista de PRÓS.

Vendedora de guirlandas em Colmar, França

Super recomendo as visitar. E mesmo que você vá a vários mercados ou vá ao mesmo mais de uma vez, te garanto: não vai se arrepender.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments