Me peguei refletindo sobre uma frase em inglês: “Be still, my heart“. Em tradução livre, “fique firme, coração”. Venho repetindo isso para mim mesma há uns dias. Ainda bem que coração é mais forte do que a gente pensa. De diamante. Resiliente. Voltamos à frase chiclete d’A Banda Mais Bonita da Cidade: “Coração não é tão simples quanto pensa“.

Sabe toda a porrada que você já tomou na vida sentimental? Lembra do soco mais dolorido? Pois é… Mas a sua bomba continua pulsando dentro do seu peito. Você conseguiu. E vai conseguir de novo, só lembre de “ficar firme”. É difícil, eu sei. Ô, se é! Mas em nenhum momento você precisa ficar sozinho para seguir em frente. Eu estou aprendendo isso.

E, para a minha surpresa, os abraços vem de pessoas que eu nem imaginaria! Essa onda de solidariedade fez o meu coração se reestruturar e voltar ao ritmo normal de batida. Coração sara. Regenera. Cresce. Aumenta. Põe um tantão de gente lá sem nunca ficar apertado. E permanece firme.

Imagino todas as pessoas que vivem dentro dele brincando (e exercendo a importante função) de contrapeso. Se ele pende um lado, eles correm para outro. Se ele vira, lá vão os pequenos pés em marcha impedir a queda novamente. E assim, ele fica estabilizado. Intacto. Sem quedas.

Seu coração ainda bate. Parabéns por ter chegado até aqui. Respira fundo que vem mais pela frente. Algumas coisas guardadas não são previsíveis. Algumas boas, outras ruins. Mas o coração aguenta, sim. Não desiste dele, tá bem? Ele não desistiu de você. Nem antes, nem futuramente.

Vai no ritmo. Tum. Tum.
Tum.
Tum.

 

Comments

comments

Powered by Facebook Comments