E se carregássemos nossas lembranças por aí como balões? Foi essa a metáfora que Hélène Leroux usou na animação “Floating In My Mind“;

Lindo, delicado e completo. Vale a pena parar 3 minutos do dia para assistir.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments