Fiquei uma semana em viagem e morri de saudade da minha baixinha. Então, o texto de retorno da Cerejeira é pra ela.

“Você já sorri. E é uma delícia vê-la puxar os lábios num sorriso banguela e sapeca. É como se não existisse tristeza capaz de competir com ele. Que poder você tem, bebê…”


Vem ler Metamorfose


Comments

comments

Powered by Facebook Comments