Não se preocupe com os dramas dela, rapaz. Vai por mim, eles são passageiros e não representam quem ela é de verdade. Eles são apenas um meio de extravasar o excesso de sentimentos que pulsam naquele coração. Boa parte deles é por você.

Mas não esquenta com isso, não. Veja através disso. Não permita que isso conturbe a sua visão – já basta a dela, embaçada por causa dos olhos marejados. Ela é sensível e ainda não sabe bem como harmonizar tudo que passa pela cabeça. É tarefa difícil, entenda.

Ela é daquelas que acredita que o amor alivia tudo, mesmo nas situações que parecem tornar os dias  intermináveis. É daquelas que acredita que o romance deixa o dia-a-dia intenso mais suave. Daquelas que crê, piamente, que a felicidade está guardada em um abraço no final do dia.

Não se preocupe se ora ela lhe é sorrisos, ora lágrimas. Amor tem dessas confusões bipolares, creio eu.

Quando ela lhe der uma risada, saiba que, para ela, é o melhor riso que ela tem – e o oferece a você como presente. Guardou-o o dia inteiro para que fosse seu. E quando chorar, um simples toque dos seus dedos ao rosto, enxugando-lhe o choro que escorre pela bochecha, vai significar a cura de todos os males do mundo.

Rapaz, não precisa se preocupar com nada disso. Só não lhe parta o coração… Se isso acontecer, os dramas vão acabar, os sorrisos serão meros sorrisos e as lágrimas, ainda mais amargas. Caso isso tudo se torne verdade, aí, então, você pode se preocupar, porque será sinal de que ela desistiu. Não permita que isso aconteça. Acredita em mim, rapaz, porque eu falo sério. E eu não posso fazer nada a não ser avisá-lo disso. O resto do jogo é com você.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments