“Where there is desire, there’s gonna be a flame
Where there is a flame, someone’s bound to get burn
But just because it burns doesn’t mean you’re gonna die
You gotta get up and try”.

1. Vem aí/Em breve… – Chega de mistério (até porque já começaram a jogar no Twitter). Eu e a Mayara fomos convidadas para dar uma palestra sobre mídias sociais. Estamos super metidas/felizes com isso. Agora que já terminamos a pós no assunto e eu, o meu curso lá da Espanha, é hora de começar a mostrar que sabemos do assunto! A palestra vai ser na quarta-feira, às 21h, e será fechada, infelizmente. A gente queria levar a galera, fazer Twitcam, mas não vai dar. Em todo caso, o pessoal da turma de jornalismo vai fazer cobertura ao vivo, basta seguir a hashtag #JorMídias.

2. Tamo trabalhando… Juro! – Bom, a palestra precisa de apresentação e ontem já mexemos com isso. Como ninguém é de ferro, pausa para um lanchinho, né?!

3. A rosa encantada – Fiz uma nova tatuagem e eis o desenho. Sou apaixonada, desde sempre, pela história d’A Bela e a Fera. Fui daquelas crianças que assistia milhares de vezes no mesmo dia, deixava a fita gasta de tanto rebobinar. Não tinha intenções de fazer tatuagem de novo tão cedo, mas quando encontrei esse desenho, não resisti. E ele me traz tantas outras coisas, vai puxando um monte de memórias que são lindas demais para não serem lembradas. É isso que tatuagens representam para mim – menos a Cereja, por incrível que pareça, já que foi feita na louca – uma forma de se apegar às lembranças.

4. Oldstyle – Sexta passada, ou seja, dia 28, teve show do Luan Santana aqui em Foz do Iguaçu. E sabe quem tinha entrevista marcada com ele? É… Eu. Para essas entrevistas mais importantes, tem que dar um tapa no visual. Aí, testei uns rolinhos que tenho aqui em casa para o cabelo. Apesar de minha juba já ser meio cacheada, definir os cachos não faz mal a ninguém e, gente… Ficou suuuper legal! Adorei como ficou. Fechei com um vestido da Zara e deu um look bem retrô sem querer. A foto tá meio zoada e, pra falar a verdade, não gosto muito dela, mas o visual tinha que ser registrado.

5. #Bomdia – Se você é daqui vai concordar comigo: Para quem vem para  Foz, é obrigatório experimentar algumas delícias gastronômicas daqui. Uma delas é a Confeitaria Jauense. Esse aí foi meu café da manhã no sábado, 29. Já que não tomamos café em casa porque minha mãe tinha que fazer exame de sangue, fomos para lá depois e… ai. Xesuis! Muito muito bom. I “heart” Jauense.

6. Embalos de sábado a noite – Não lembro qual foi o(s) motivo(s) mas nossa intenção de sair no sábado a noite foi por água à baixo – quase que literalmente, porque estava chovendo muito! E eu, como uma jovem senhora, aproveitei para assistir filme enrolada nas cobertas no sofá da sala até madrugada. Seria deprimente eu contar que estava sozinha?

Comments

comments

Powered by Facebook Comments