O que você me deu foi mais do que eu poderia ter. Foi uma sobrecarga que me fez cansar e padecer. Não veio com uma medida de segurança para eu avisar qualquer emergência. Não veio com manual de instruções ou bula indicando a medida.

O que você me deu poderia ser doce, mas amargou pelo tempo que ficou intocável, sem ir pra frente ou para trás. Ficou parado e passou da validade. Perdeu o brilho. Inócuo, mas poderia ter sido tanto… Aliás: poderia ter feito a diferença.

O que você me deu  não veio embrulhado em papel de presente, com fita e laço. Nem veio acompanhado de um cartão com palavras bonitas e umas borrifadas do seu perfume. Não veio numa caixa forrada com papel colorido e coraçõezinhos de enfeite.

O que você me deu adoeceu a minha alma e enlouqueceu meu coração. Aprisionou meus sonhos e me fez perder o foco. Teria sido justo se tivesse sido interrompido, mas você o alimentou até que perpetuasse. O que você me deu deixou um vazio que mal cabe em mim.

O que você me deu foi esperança.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments