Tá vendo esse sorriso que ela sustenta, rapaz? Tem o seu nome nas entrelinhas. E você achando que era apenas um sorriso tímido… Não, rapaz. Ele é baú de um tesouro perdido.

Fazia tempo que eu não a via esticar os lábios num riso tão puro. De
todos os sorrisos que ela tem, esse foi do que mais senti falta. É o meu
favorito, porque ela se ilumina quando o veste. Já reparou nisso?

Confesso que já havia perdido as esperanças de tornar a vê-lo.

Até que, naquele dia, um esboço dele atingiu a boca dela. E aí, meu amigo… Eu sabia que seria só uma questão de tempo até que ele viesse na forma completa de obra-prima.

Ele irradia, esse sorriso. Vira luz em torno do rosto. Se hospeda também nos olhos. Toma conta do corpo todo. Torna-se música lenta de romance que só o coração escuta. É poema silencioso aos apaixonados. É seu.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments