Eu gosto quando você me faz cantar. Gosto de quando vamos ao mercado
juntos e andamos sem pressa pelos corredores. Gosto de quando você me
convida para almoçar e de quando você chega na hora em que mais preciso.

Eu
gosto quando você me mostra alguma curiosidade do seu diretor favorito.
Gosto quando me pede pra assistir aquele documentário com você. Gosto
de quando você tem coragem de se abrir e dizer que não tá se sentindo
bem.

Eu gosto quando você me deixa entrar no seu mundo. Gosto
quando você me leva ao seu passado ao me mostrar fotos e pinturas de
alguns anos atrás. Gosto de quando você imagina nós dois numa cidade
europeia.

Eu gosto quando você me pergunta se o edredom pode ser o escuro ao invés do claro. Gosto de quando você pede para eu escolher o vinho da noite. Gosto quando você faz comentários maldosos comigo durante o filme.

Eu gosto quando você curte uma música que te mostrei e quando o inverso acontece. Gosto quando você me faz filosofar e refletir sobre a vida. Gosto de como os meus medos ficam miúdos nos seus abraços.

Eu gosto de quando a gente se esbarra por aí sem querer. Gosto de quando você aparece de surpresa. Eu gosto de você apesar dos seus defeitos. Gosto que você seja falho e que me veja igualmente imperfeita e sem fantasias.

É, eu gosto de tudo isso.
Mas eu gosto mesmo, de verdade e pra valer, quando você também gosta de mim.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments