Já fazia um tempo que eu queria usar o tal coletor menstrual. Depois da entrevista com a dra. Laura, então, mais ainda. Mas sempre rola aquele medinho, né? Até porque eu não consegui usar absorvente íntimo, por exemplo. Aí tinha aquele receio de que fosse a mesma coisa com o coletor.

De qualquer forma, fui à farmacia um dia e me deparei com uma caixinha. Uma versão descartável, da Prudence. Pensei: Quer saber? Vamos ver o que acontece!

Eu optei em comprar o descartável primeiro para testar. Afinal, o da Fleurity custa R$89 (caixinha com duas unidades, que podem durar até 10 anos). Já o da Prudence sai por R$28 (quatro unidades). A diferença, aqui, é o material. Enquanto o coletor da Fleurity é de silicone cirúrgico e pode ser reutilizado (sempre fazendo a higienização e esterilização corretamente), o da Prudence tem apenas o anel principal em silicone. O “copinho” é um tipo de plástico (bem resistente).

Bom, vamos ao que interessa: COMO É USAR ESSE TROÇO?

A minha real sensação foi de surpresa. E não só isso: sabe quando você tem uma experiência muito boa e PRECISA contar pra uma amiga? Foi exatamente isso, então, explica-se o post.

Confesso que tirar e colocar é um pouco desagradável, mas bem menos que o absorvente íntimo – algodão tem muito mais resistência que silicone, né? Mas uma vez colocado no lugar, você não sente nada! É muito mais confortável que qualquer outro tipo de aparato para os dias de chico.

No começo, eu fiquei meio desconfiada. Tipo usar aqueles “invisible bra” pela primeira vez. A cada cinco minutos ia no banheiro ver se não tinha “escapado” nada. E não tinha. Tava tudo certo. Não incomodou nada, nada.

Se eu tinha que parar de treinar corrida antes, porque o absorvente machucava, com o coletor, não há motivo para pausas. Na caixa da Prudence tem, inclusive, a informação de que, com o coletor, dá até para fazer sexo naqueles dias. E olha… Não duvido, porque fica tudo bem limpinho e sem o mau cheiro da menstruação. A indicação é para usar por até 12h – tanto o descartável quanto o reutilizável.

Claro que cada mulher se adapta de jeitos diferentes, mas se você tem a curiosidade, acho que vale, sim, a pena. Pelo menos experimentar e dizer por si mesma se gosta ou não. Pelo olhar médico, como disse a dra. no outro post, é o meio mais limpo e saudável para a vagina e cia. ltda.

Lembrando apenas que o coletor menstrual, apesar de inserido na vagina, não é um modo contraceptivo nem previne DSTs. Por isso, não abra mão da camisinha!

 

Comments

comments

Powered by Facebook Comments