Você acha que saias e vestidos são apenas uma peça de moda no seu armário? Nada disso! Essas roupas são muito importantes para a sua saúde também. Para entender um pouco mais desse assunto, conversei com a dra. Laura Lúcia Martins Teixeira, ginecologista e obstetra e idealizadora da campanha “Saia com Saia“, que estimula o uso desse vestuário para melhorar a saúde vaginal.

“A vagina é um local muito quente e molhado, imagina o que é colocar absorvente (que já dificulta a circulação de oxigênio), calcinha errada, uma calça jeans lacrada e passar oito, dez horas do dia com isso… Já parou para pensar o que acontece naquele local?”.

Nessa entrevista com a Dra. Laura, uma frase me chamou atenção: “A própria mulher é quem causa os problemas de saúde íntima“. Não dá pra pontuar apenas um fator como causa nem colocar a saia como a salvadora da pátria.  É uma série de mudanças que fazem a diferença. Mas diminuir o uso de calças apertadas e de tecido grosso vai melhorar a sua saúde e, consequentemente, seu bem estar.

Como surgiu a campanha “Saia com Saia”?
Começou por ver, por 22 anos, mulheres sofrendo com oito problemas de saúde íntima evitáveis por causa da calça apertada. Nesses anos de atendimento clínico, só atendendo mulheres, ouvindo histórias e aflições, eu repetia sempre a mesma história: “Pare de usar calça apertada”. E aí eu vi que precisava fazer alguma coisa, porque, nas ruas, é todo mundo de calça jeans. Na missa, no banco, num jantar, no meu consultório… 95% das mulheres usam calça jeans, no clima que estiver. Pensei: “Que moda é essa que escravizou tanto as mulheres?”. São calças grudadas, lacradas! Uma vez ou outra, tudo bem. Mas fazer isso todo dia, é muito ruim. Fui atrás para ver se tinha uma campanha para reverter isso e não tinha.

É fácil abordar o tema?
Eu precisei arranjar um jeitinho, e consegui apoio de pessoas que entenderam isso. Nunca ouvi piadinhas e eu tenho tanto orgulho disso! As mulheres abraçaram a causa. Estou no começo, tem muita coisa para vir. Mas elas estão começando a entender que calça jeans (apertada) faz mal.

Fotos: Pinterest

Quais as consequências de usar calças apertadas rotineiramente?
A calça jeans entrou há, mais ou menos, 30 anos no armário das mulheres. E só nós, ginecologistas, sabemos o que esses anos querem dizer, porque é algo muito íntimo. Não é algo que a paciente, muito menos o médico, vai sair contando. Mas são casos de micoses, infecções e dores, que podem ser evitados.

A campanha está no Instagram e Facebook, com várias dicas e explicações sobre a saúde vaginal – além de dicas de looks com saias, porque, afinal, elas “fazem e caem bem”.

Lembre-se: se sentir qualquer desconforto, dor e suspeita de infecção ou qualquer outro problema, vá ao seu médico! Converse, tire dúvidas. Deixa a vergonha de lado e se cuide.

Essa é primeira parte da entrevista com a médica. No próximo post, vamos abranger o assunto de saúde íntima e tirar algumas dúvidas comuns entre as mulheres. Se você tem alguma pergunta (não será identificada), mande um e-mail para contato@cerejanoombro.com.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments